Open to Preserve – Modelo de Gestão Sustentável para a Preservação de Espaços Abertos de Montanha

Data Inicio: 2018-03-01 | Data Fim: 2021-02-28

Valor: 2301334.00 €

Valor CETRAD: 183000.00 €

Financiador: FEDER (1.726.000,50 €) - “Project co-financed by the INTERREG SUDOE Programme through the European Regional Development Fund (ERDF)”

Grupo de Investigação: Sociedade, Território, Recursos e Políticas

Linha de Investigação: Sistemas Agro-alimentares, Floresta & Sustentabilidade em Áreas Rurais

Coordenador Geral: Rosa María Canals Tresserras (Universidad Publica de Navarra)

Coordenador CETRAD: Filipa Conceição Silva Furtado Torres Meneres Manso

Membros Envolvidos:

Ana Alexandra Vilela Marta Rio Costa ;

Parceiros:

Agência Estatal Conselho Superior de Investigações Científicas ; Câmara da Agricultura dos Pirinéus-Atlânticos ; Centro Nacional de Pesquisa Científica ; CTC - Centro Tecnolóxico da Carne ; Fundação para a Ecologia do Fogo e Gestão de Incêndios Pau Costa Alcubierre ; Instituto Navarro de Tecnologias e Infraestruturas Agroalimentares, S.A. ; Instituto Politécnico de Bragança ; Junta da Andaluzia ; Sociedade de pecuária dos Pirinéus Orientais ; Universidade Autónoma de Barcelona ; Universidade de Santiago de Compostela - USC ; Universidade Pública de Navarra ; UTAD - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro ;

Documento: Poster of Open to Preserve - Sustainable Management Model for the Preservation of Open Mountain Landscapes


Descrição:

        

As paisagens europeias com espaços agro-florestais abertos, evoluíram sob um regime de fogo natural e herbívoro que hoje pode ser imitado por práticas de maneio sustentável. A queima controlada e a pastagem guiada são apresentadas como opções-chave para reduzir a acumulação de combustível, retardar a expansão do componente lenhoso e evitar a perda de paisagens em mosaico e sua biodiversidade associada.

O principal objetivo do projeto OPEN2PRESERVE é interligar os atuais conhecimentos científicos interdisciplinares, com tecnologia e operação prática para implementar e valorizar técnicas combinadas que garantam a preservação dos serviços ecossistémicos ligados a espaços abertos de alto valor natural. O projeto propõe o desenvolvimento de diferentes experiências piloto regionais, baseadas na combinação de herbivorismo guiado e técnicas iniciais de redução de combustível através de queima controlada. Em todas as experiências, procuram-se oferecer soluções inovadoras que garantam a viabilidade económica da aposta e possam servir de exemplo para a realização de iniciativas similares a nível local e regional.

Ver mais informação em: https://open2preserve.eu/